UMA NOVA CIDADE, COM NOVOS HORIZONTES... Anderson Gomes seu novo portal - souandersongomes.blogspot.com

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

DESFILE DOS 252 ANOS DE EMANCIPAÇÃO DE CAMAÇARI ENCANTA A POPULAÇÃO... E ACIRRA A DISPUTA ELEITORAL

Escolas deram um show durante o desfile
O desfile cívico em comemoração aos 252 anos de emancipação política de Camaçari lotou a avenida 28 de Setembro, na manhã desta terça-feira (28/09). Mesmo sob um calor intenso, seguida de uma breve pancada de chuva, famílias inteiras compareceram ao evento.
Segundo a estimativa da Coordenação de Eventos, mais de 50 mil pessoas se espalharam ao longo dos dois quilômetros de trajeto. Autoridades municipais, lideranças políticas, comerciantes, crianças e adultos prestigiaram o desfile, que durou cerca de cinco horas.
Com o intuito de oferecer mais comodidade, a Prefeitura disponibilizou, este ano, arquibancadas com capacidade para 800 pessoas. Além disso, foram instalados dois mil metros de grades de proteção, com objetivo de organizar a festa e promover mais segurança ao público.
Com o tema principal, Eu faço escola conhecendo o meu mundo, professores e cerca de quatro mil alunos de 20 instituições da rede pública municipal de ensino promoveram momentos de magia.
Passagens da história de Camaçari e do Brasil foram contadas em diversas alas, por meio da caracterização de personagens. Aspectos culturais, miscigenação, formação da civilização brasileira, tecnologia, esporte, arte, música, leitura, folclore, acessibilidade, preservação do meio ambiente, expansão comercial e industrial da cidade, também foram temas abordados.

O destaque do ano ficou por conta da Escola Helena Celestino de Magalhães, localizada no bairro Gravatá. Com o subtema Conhecendo meu mundo educo e resgato valores com arte e musicalidade, a escola trouxe um grupo de alunos que realizaram passos de dança contemporânea, além do aluno Sidney Santos que, caracterizado do cantor Michael Jackson, levantou a platéia.
Para o cadeirante Clóvis Santana Souza, morador do bairro Alto da Cruz, vale a pena assistir ao evento. “Todos os anos eu venho porque acho muito bonita a festa e a alegria dos alunos durante o desfile”, diz.
De acordo com Maria Lobo, que veio do estado do Pará junto com o filho e o marido há dois anos, o evento é contagiante. “Vim ano passado e estou impressionada como está ainda melhor este ano. Não nasci aqui, mas sinto orgulho de Camaçari”, revelou.
Durante o desfile, foram feitas homenagens póstumas à professora Creuza Menezes e à agente de endemias, Maria das Dores Teixeira, em reconhecimento aos trabalhos desenvolvidos pela população do Município.
Três palanques políticos foram montados ao longo da Avenida
Mas nem tudo foi festa... Os candidatos à Deputado Estadual que têm base em Camaçari aproveitaram o desfile cívico para angariar votos.
Três palanques foram montados no decorrer da Avenida 28 de Setembro (antiga Radial A), onde, na manhã desta terça-feira, 28, foi palco do desfile cívico em comemoração ao aniversário da emancipação política de Camaçari. Além do palanque oficial, da Prefeitura, outros dois, bem mais modestos, foram instalados no percurso, ambos por candidatos que fazem oposição ao governo municipal.

Os candidatos da oposição João Carlos Bacelar (PTN) e Ferreira Ottomar (PMDB) marcaram presença e disseram estar confiantes com a vitória. A candidata Luiza Maia (PT) assistiu o desfile das arquibancadas e também se mostrou confiante com a vitória.

Luiza Maia e Ferreira Ottomar trocaram "carícias"
Mas a "resenha" do desfile foi a troca de "carícias" entre cs candidatos Ferreira Ottomar (PMDB) e Luiza Maia (PT), que disputam o cargo de deputado estadual e tem Camaçari como mais importante campo eleitoral. O conflito começou depois que o trio elétrico da campanha de Ferreira adiantou e “desfilou” na frente do de Luiza Maia.
Ambos praticamente discutiram sobre o trio elétrico, cada um com seu microfone na mão. Ferreira acusou o prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), de enriquecimento ilícito e declarou que considera “ditador” o discurso do gestor municipal. “Eu quero ser o prefeito de Camaçari, pra corrigir os erros que existem!” exclamou, em tom de provocação.
Luiza Maia respondeu com desdém: “É um traidor! Saiu na frente para que o povo pense que ele ainda está com Caetano. Não se enganem. Ele não conta com o apoio do prefeito coisa nenhuma. É mentira”. Um outro militante chegou a pegar o microfone e desafiar o candidato peemedebista: “Apresente aí o que você já fez pelo povo de Camaçari!”. Luiza Maia reassumiu a palavra e encerrou o assunto: “Deixem Ferreira ir embora. Ele vai ter que procurar outro lugar”.

Infelizmente, atitudes com as dos candidatos acabam ofuscando o brilho da festa.

COM INFORMAÇÕES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI - www.camacari.ba.gov.br e NOSSA METRÓPOLE - www.nossametropole.com.br

Um comentário:

George disse...

A festa da nossa independência, símbolo de garra e de conquistas. Que deve ser lembrado e difundido por toda sociedade camaçariense, a fim de nos orientar pra uma idenidade em comum que todos nós compartilahmos. Filho desta terra, devemos lutar por melhorias, claro, porém na festa de independencia não poderia de forma alguma ser manchado por divulgações partidárias que nada vem a contribuir para o referido momento.